Confira o

Produto

« voltar
Clique para ampliar Clique para ampliar Clique para ampliar Clique para ampliar
  • Clique para ampliar
  • Clique para ampliar
  • Clique para ampliar

Degradatox


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) publicou uma Instrução Normativa em que determinou que todos os aviões pulverizadores de agrotóxicos realizem o tratamento da água proveniente da lavagem das aeronaves, pois esta ainda apresenta resíduos de agrotóxicos que prejudicam o meio ambiente se despejados diretamente no solo.

Para atender essa demanda a OZ Engenharia desenvolveu o DEGRADATOX, sistema seguro e de fácil operação, que a partir da aplicação de ozônio promove a desativação das moléculas de agrotóxicos.

Nosso sistema é aprovado pelo MAPA e foi utilizado como base de consulta científica para os testes realizados a respeito dos efeitos do ozônio na inativação das moléculas de pesticidas (Nota Técnica 66 - MAPA). Desde a publicação da legislação específica para a Aviação Agrícola, o DEGRADATOX é o produto mais vendido do gênero pela sua eficiência e facilidade de operação.

Fabricamos dois modelos de tanque, um com fundo cônico, onde a incidência de sólidos ou geração de lodo é maior, e outro compacto, para estruturas mais enxutas.



Entrar em contato

Caso queira adquirir este produto, entre em contato conosco.

Compartilhe
  • Descubra as utilidades deste produto.    Os equipamentos podem ser utilizados para tratamento da calda de agrotóxicos nos pátios de descontaminação de agrotóxicos da aviação agrícola e dos tratores, e também no tratamento de outros resíduos líquidos, como dejetos de suínos e aves (neste caso dependem de adaptação).



    Abaixo parecer do Ministério do Meio Ambiente sobre a criação de Norma Federal sobre para os pátios de descontaminação terrestres.

    Prezado Sr. Fábio Rahmeier,

     

    Por solicitação do Gabinete da Sra. Ministra de Estado do Meio Ambiente, refiro-me ao contato feito via email àquele Gabinete, no dia 03/09/12, sobre a proposta de criação de um instrumento legal para disciplinar a implantação obrigatória de pátios de descontaminação em atividades de pulverização terrestre de agrotóxicos.

     

    Consideramos que os pátios de descontaminação possuem características que minimizam os efeitos adversos da disposição inadequada de resíduos de agrotóxicos, são tecnicamente viáveis por serem simples e fáceis de operar, ocuparem pouco espaço físico, possuírem baixo custo, compatível com a realidade financeira dos operadores agrícolas e consumirem pouca energia elétrica, além de não gerarem novos resíduos ao final do processo e não lançarem efluentes no solo.

     

    Acreditamos que a proposta de criação de uma norma que determine a manutenção dos pátios de descontaminação em atividades de pulverização terrestre é relevante.

     

    Recomendamos, contudo, que o senhor se dirija ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para que este se posicione, tendo em vista ser aquele Ministério o responsável por regular esta matéria.

     

    Atenciosamente,

     

    Sérgia de Souza Oliveira
    Diretora de Qualidade Ambiental
    Ministério do Meio Ambiente
    Brasília - DF- Brasil
    Fone: 55 (61) 2028 2070
    Enviada em: terça-feira, 6 de novembro de 2012 17:08

    *OBS: Ainda há confusão sobre este tema, pois o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é responsável apenas pela pulverização AÉREA no Brasil. Enquanto isso a pulverização TERRESTRE (dos tratores) fica sem regulamentação adequada.

© 2013. Todos os direitos reservados. - Lotus TI