No mês de dezembro/2010 encerrou-se o prazo de um ano dado pelo Governo do Estado do Mato Grosso para que os usuários de pulverizadores de agrotóxicos terrestres realizem a construção e adequação ao novo sistema do pátio de descontaminação, para a degradação dos resíduos provenientes da lavagem desses equipamentos.

A determinação foi publicada pelo decreto nº 2.283 do Estado do Mato Grosso, de 09/12/2009 e regulamenta a Lei nº 8.588, de 27 de novembro de 2006. O modelo do pátio de descontaminação é o mesmo aprovado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) na Instrução Normativa 002/2008 que determina a construção do pátio para pulverizadores da Aviação Agrícola. O contato da água sem tratamento diretamente com a terra pode trazer prejuízos ao meio ambiente e ao produtor, uma vez que causa a degradação do solo tornando-o improdutivo. Segundo orientação do MAPA, o tratamento da calda residual pode ser feito com a aplicação de ozônio, maneira mais eficiente e acessível para realizar esse processo.

A OZ Engenharia traz a solução para o tratamento desses resíduos com o Sistema DEGRADATOX® que realiza o processo de forma segura com respeito ao meio ambiente.  A partir da aplicação de ozônio ocorre a desativação das moléculas de agrotóxicos, sendo eficiente e evitando o impacto ambiental gerado pelo contato dos resíduos líquidos da lavagem da aeronave ou pulverizador no meio ambiente.

Nosso sistema é aprovado pelo Ministério da Agricultura e foi utilizado como base de consulta científica para os testes realizados a respeito dos efeitos do ozônio na inativação das moléculas de pesticidas. Desde a publicação da legislação específica para a Aviação Agrícola, o DEGRADATOX® é o produto mais vendido do gênero.

Dispomos de dois modelos conforme sua necessidade. Mais informações em nosso site. Você também pode entrar em contato pelo telefone (51) 3339-0082 ou ainda pelo e-mail atendimento@ozengenharia.com.br.